Atendimento online em tempos de coronavírus

O coronavírus virou nosso mundo de cabeça para baixo.

Muitas empresas que normalmente exigem a presença pessoal estão fechadas e não podem operar. Todos estão cientes de que, na maioria dos lugares do país, no momento, você não pode fazer coisas como comer fora em um restaurante ou ir a uma consulta médica não essencial., reforçados por um último mês e projeções que não estão otimistas sobre a possibilidade de aproximação, inclusive numa consulta médica de um Psiquiatra.

Você pode pensar que a consulta médica e psicoterapia seriam interrompidos da mesma forma, porque normalmente é feita em um consultório, mas, felizmente, nossa linha de trabalho é adequada para se mover on-line quando necessário.

Desde que a quarentena por coronavírus se tornou mais generalizada, logo nos seus primeiros 3 meses, terapeutas e profissionais da saúde mental fizeram uma mudança notável e rápida em todo o setor, para fornecer serviços de telemedicina on-line via videochat, em vez de se reunir pessoalmente, conforme orientações dos seus Conselhos de Classe.

Conheço vários colegas terapeutas com escritórios em várias cidades do Brasil e do mundo que, por vários anos, ofereceram terapia on-line para clientes que, por várias razões, não podiam comparecer pessoalmente ao consultório. O motivo mais comum é de pessoas que moram longe e não conseguem encontrar serviços de saúde mental próximo a ele, mas também tem sido uma ótima opção para clientes que ficam em casa devido a problemas de ansiedade, TOC ou depressão.

Comprometimento com a necessidade de afastamento pessoal

Agora, é claro, devido à necessidade de distanciamento social durante o surto de coronavírus, a maioria dos pacientes precisaram migrar para a consulta on-line. De todos os colegas profissionais de saúde mental  com que conversei no último ano, todos fizeram uma transição rápida para oferecer terapia a todos os seus pacientes on-line e o feedback foi maravilhoso.

Esta é uma ótima notícia, pois significa que, se você precisar de ajuda com ansiedade, depressão ou qualquer problema de saúde mental, ainda poderá obtê-lo de praticamente qualquer terapeuta, apesar do distanciamento.  Dado o aumento óbvio e compreensível da ansiedade em todo o país, acho importante que as pessoas ainda possam ter acesso a coisas que possam ajudá-las com ansiedade e estresse, como a consulta psiquiátrica e outras  terapias se destinam a fazê-lo. Mas o espaço presencial com todos os cuidados sanitários recomendados será sempre garantido a qualquer um que me procurar e não tiver história de COVID recente nem contato próximo com alguém que esteja sintomático.

Pacientes em crise, em surto psicótico, com ameaça de ferir a si ou a outra pessoa não são indicados para este tipo de atendimento. Estamos capacitados para cuidar presencialmente, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

Mas fora dessa limitação, a grande maioria das sessões pode ser conduzida normalmente.

Procure ajuda para o seu sofrimento

Se você ou um ente querido está sofrendo com problemas de saúde mental, sejam por causa do surto de coronavírus ou não, encorajo você a não deixar que a quarentena o impeçam de obter ajuda.

Nosso compromisso como profissionais da saúde mental é com a vida e seu bem-estar!

Quer saber mais sobre atendimento online? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp